Bem vindo à Oncologia-EuSaúde
A Rede Onco Vida foi idealizada para reunir pacientes, parentes, amigos médicos, profissionais e toda a comunidade interessada nas políticas de prevenção e tratamento do câncer.
Junte-se a nós e compartilhe suas dúvidas, experiências e contribua para o crescimento da Rede.
Registrar-se é muito fácil, basta preencher os campos para obter a sua nova conta.
Crie a sua conta
Bem vindo à Oncologia-EuSaúde
Veja o que outras pessoas como você estão comentando na nossa comunidade.
Atualize o seu perfil, interaja com outras pessoas no seu mural e registre a evolução do seu tratamento e o seu estado de saúde.
 
Última atualização: quinta-feira, 31 de março de 2016 14:25:12
Flavia Flores Atualizado em 21 de novembro de 2014 Notícias

Da dor ao sorriso: Flávia Flores estreia como colunista da Rede OncoVida contando sua história

Divulgação/Flávia Flores

Divulgação/Flávia Flores

Meu nome é Flavia Flores e com 35 anos fui diagnosticada com câncer de mama.

Eu me desesperei, naturalmente. Eram tantas dúvidas naquele momento. Eu queria saber quantos por cento de chances eu tinha, se o meu cabelo ia cair, se eu ia morrer, se eu ia sofrer muito até morrer, se eu ia engordar, se o meu namorado ia aceitar aquela situação… Ai que desespero que eu senti.
Depois de muito chorar eu percebi que ia ficar deformada e precisava parar. Fui pra internet procurar dicas de beleza para quem está passando pela quimioterapia.

Só que não tinha nada! Não encontrei amarrações,  produções,  nem maquiagem pra quem estava passando pelo tratamento.
Pesquisei: “Quimioterapia e beleza” “câncer e estética”, “oncologia e maquiagem”. Nada… nada de nada. Que estranho – eu pensei. Como a mulherada passa por isso?

Eu percebi que poderia ser muito solitário quando os meus amigos sumiram, ninguém me ligava, eu tinha sido operada, ninguém foi me ver, eu ia fazer quimio e parecia que ninguém se importava. Meu namorado? Ele me deixou.

Faltava uma noite, e no outro dia eu começaria a quimio, pra quebrar esse gelo com os amigos (que não sabiam o que dizer ao se deparar comigo sofrendo daquele jeito) resolvi fazer uma página no Facebook, assim eu mostrava que estava bem, comia direitinho e eles podiam me visitar, me ligar, pois eu não estava tão mal assim.

Eu fazia posts, a página servia como boletim, tudo o que acontecia comigo eu postava, e recebi muito amor de volta. Não só dos meus amigos. Batizei a página com o nome da minha pesquisa: Quimioterapia e beleza” e sem querer hoje ela é o maior sucesso! Com mais de 72.000 assinantes, a página tem mais de 1 milhão de visitas mensais e ajuda muitas mulheres e todos que estão à sua volta a passar pelo tratamento com mais leveza e beleza.
Não só virtualmente, também faço encontros com outras pacientes, vou com o projeto “De Bem com Você – a Beleza contra o câncer” em vários hospital para ajudar nas oficinas de beleza.

Faz seis meses que parei com minha quimioterapia e continuo o tratamento com remédios que também tem efeitos colaterais fortíssimos e vou continuar tomando durante os próximos 10 anos.

Além da fanpage tenho um site muito lindo, aonde a paciente vai poder fazer suas consultas sobre beleza, tenho o livro, dou palestras, workshops, tenho projetos fora do país pra agora no mês de outubro e não vou abandonar a causa, pois muitas mulheres são diagnosticada diariamente.

O câncer é um imã e um filtro. Me aproximou de pessoas muito especiais e filtrou todas as pessoas que não precisavam estar comigo.
Eu amo o que eu faço hoje, quando eu olho pra trás e não lembro nem do nome dos meus antigos clientes de confecção, das suas cidades… isso me da um alívio!  Falta de memória é uma maravilha!

Saiba mais sobre este assunto tirando suas dúvidas com os profissionais de saúde em nossa rede social. Clique aqui e acesse agora mesmo.

Publicado em 30 de setembro de 2014 Atualizado em 21 de novembro de 2014
Comentários desta publicação