Bem vindo à Oncologia-EuSaúde
A Rede Onco Vida foi idealizada para reunir pacientes, parentes, amigos médicos, profissionais e toda a comunidade interessada nas políticas de prevenção e tratamento do câncer.
Junte-se a nós e compartilhe suas dúvidas, experiências e contribua para o crescimento da Rede.
Registrar-se é muito fácil, basta preencher os campos para obter a sua nova conta.
Crie a sua conta
Bem vindo à Oncologia-EuSaúde
Veja o que outras pessoas como você estão comentando na nossa comunidade.
Atualize o seu perfil, interaja com outras pessoas no seu mural e registre a evolução do seu tratamento e o seu estado de saúde.
 
Última atualização: quinta-feira, 31 de março de 2016 14:25:12
Rede OncoVida Atualizado em 31 de março de 2016 Notícias

FMP/Fase promove Simpósio sobre Oncoginecologia

Com o objetivo de discutir o câncer ginecológico em seus diferentes aspectos, a Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) promoverá um Simpósio sobre Oncoginecologia, no dia 2 de abril, mês que marca mundialmente o combate ao câncer. O encontro vai das 8h às 13h, no campus da faculdade, em Petrópolis (RJ).

Vários estudos apontam o câncer como a segunda causa de morte no Brasil, atrás apenas das doenças cardiovasculares. Quando detectado precocemente, o câncer apresenta possibilidades de cura de até 90% (dependendo do tipo da neoplasia).

“Este simpósio é uma oportunidade de sensibilização para prevenção e detecção precoce dos cânceres ginecológicos, além de oferecer informações atualizadas e mais aprofundadas sobre o que pode ser feito no processo de tratamento destas doenças”, explica o médico Vander Guimarães, professor titular da disciplina Saúde da Mulher, da FMP/Fase.

O câncer de mama e o de colo uterino são, respectivamente, o primeiro e o terceiro tumores mais frequentes em mulheres no Brasil. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2016 são esperados 75 mil novos casos e cerca de 20 mil mortes em mulheres acometidas por esses dois tipos de câncer.

“Pouco frequente, o câncer de ovário é o tumor ginecológico mais difícil de ser diagnosticado e o de menor chance de cura. Cerca de 3/4 dos cânceres desse órgão apresentam-se em estágio avançado no momento do diagnóstico. O câncer de endométrio, por não apresentar nenhum exame que faça seu rastreio em mulheres assintomáticas, apresenta também altos índices de diagnóstico em fases mais tardias, o que compromete bastante as chances de cura. Mais importante que fazer a identificação destas patologias, é oferecer aos profissionais que lidam com a saúde feminina as informações que visem à redução destes números, bem como orientar as mulheres, quando houver oportunidade para isto, que cuidados podem ser tomados na prevenção destes tumores”, ressalta o médico.

As inscrições para participar do evento devem ser feitas até o dia 30 de março, no site www.fmpfase.edu.br, onde também é possível conferir a programação do simpósio.

Simpósio_Oncoginecologia

Publicado em 31 de março de 2016 Atualizado em 31 de março de 2016
Comentários desta publicação